2ª via MEI

O MEI é um sistema do governo para regulamentar pessoas que trabalham informalmente, lhe dando direitos e obrigações. Uma oportunidade para pessoas que querem crescer o negócio de forma sustentável.

Mas como muitas pessoas que fazem parte do MEI não tem muito contato com a tecnologia e se perdem no mundo digital, lhe daremos o passo a passo para emitir a seunda via do MEI e deixar o CNPJ da sua empresa em dia.

Primeiro, caso você não faça parte do MEI, se inscreva no MEI 2020 e e se torne em um microeempreendedor individual e lucre até 60 mil reais por ano, para isso o processo é muito simples, basta acessar o Site Oficial MEI, digitar seu CPF, email, celular e continuar, em seguida, escolha a área de atuação da sua empresa, o nome da empresa, endereço em seguida você já terá o CNPJ criado, podendo ser usado para diversos fins como abertura de conta jurídica em qualquer banco público ou privado.

Depois de fazer parte do MEI, vem a parte mais chata, pagar todo mês um valor relacionado ao INSS, essa fatura é preciso ser paga em dia para que o CNPJ permanessa ativo e sem débitos com o governo.

O MEI (Micro Empreendedor Individual) trouxe bastante benefícios para quem trabalhava na informalidade e não tinha dinheiro suficiente para abrir uma empresa e formalizar. Com o ME é possível declarar isento quem ganha até 60 mil reais e não poderá ser sócio ou dono de outro negócio.

Ao fazer parte do MEI o empreendedor já adere ao Simples Nacional, passando assim a ter diversos benefícios, como emitir nota fiscal, abrir conta corrente pessoa jurídica e isenção em alguns impostos federais.

Como emitir a 2ª via MEI?

Quem nunca passou por dificuldades financeiras na vida, atire a primeira pedra. Todos passam e se nunca passou a probabilidade de passar é maior, desde que você seja de família rica e tenha grana para as próximas gerações.

Como não é o meu caso, e nem o seu, imprevistos acontecem e mais recorrente do que se imagina. Algumas pessoas tem apresentado a dificuldade de pagar as parcelas do MEI em dia e por isso sempre buscam a 2ª via do boleto MEI para pagamento, e não encontram com facilidade.

Com essa facilidade de abrir um negócio, muitos empreendedores passaram a aderir ao MEI, fazendo com que a dúvida a respeito de como emitir a 2ª via do boleto MEI se tornasse constante.

O pagamento da taxa do MEI é mais conhecida como DAS e pode ser emitida diretamente no Site Oficial do Portal do Empreendedor e buscar a opção de emissão de carnê para pagamento.

Uma outra facilidade é baixar o aplicativo PGMEI e inserir o CNPJ da empresa. Caso esteja em atraso por muito tempo o procedimento é outro, terá que entrar em contato com o corpo jurídico do MEI.

Lembre-se de pagar sempre em dia o DAS do MEI, caso as mensalidades fiquem em atraso, aquela parcela baixa mensal de 60 reais, passa a virá uma bola de neve e a única alternativa passa a ser o parcelamento, o que pode prejudicar as suas finanças.

O empreendedor que pagar o seu carnê em dia, não estará só fazendo um bem para si mesmo, mas para toda a sociedade, já que o valor acumulado é destinado a Receita Federal, esses impostos podem ser caros, mas são necessários para a manutenção do Estado Brasileiro.

Compartilhe

Deixe um comentário